Ideologia e Política

As ideologias, mesmo quando possuem boas intenções, assumem na política que a hostilidade é princípio do discurso e da ação, e mesmo a trégua, as alianças e a paz só se justificam na medida que forem convenientes para esmagar o inimigo no momento que for propício. Assim, e especialmente quando o combate se torna franco e aberto, elas hão de seguir o bom conselho de Maquiavel – a menos que queiram perder a guerra logo na primeira batalha – e vão passar seus tratores sobre os fatos com um respeito tal que só mesmo o instinto de sobrevivência pode devotar a eles; pois isso não apenas é necessário, mas justamente por tornar os fatos tão (in)verossímeis quanto ocorre sob os véus de qualquer outra “fonte de informações”, elas terminam por angariar, umas diante das outras, ao menos uma certa “equivalência” que supostamente as torna algo legítimas quando se reivindicam as únicas autênticas porta-vozes e cala-bocas da realidade.

Continue lendo

O Perigo da Assexualidade

Eu apenas recentemente descobri que sou assexual, e tenho estado re-avaliando minhas experiências de vida sob estas lentes. Para esclarecer, eu apenas recentemente descobri que a assexualidade era alguma coisa existente, após isto, eu quase imediatamente percebi que eu muito provavelmente era um – eu não acordei um dia e decidi que era assexual, ao invés disto, eu descobri um rótulo que coincidia com minhas próprias experiências e sentimentos. Até que eu me deparasse com um artigo de enciclopédia sobre isto, eu me considerava um heterossexual “quebrado”, como falarei mais adiante.

Continue lendo

A Vida dos Outros

Tradução parcial do texto “The Lives of Others, the Movie”, publicado originalmente no site “Media Influencer” em 01/07/2007. Tradução por Anders Bateva. Um dos protagonistas (há 3, creio eu) do filme “A Vida dos Outros“, é um capitão na Stasi, a polícia secreta da Alemanha Socialista. Sempre fiel em sua dedicação ao regime – devido a seu idealismo, somos levados […]

Continue lendo

ENEM 2014 – Publicidade infantil em questão no Brasil

Esta é uma redação escrita segundo orientação da prova do ENEM de 2014. O texto foi produzido em 2015. Os argumentos usados contra a publicidade infantil não me convencem. Consumismo é ruim, mas só deixar a criança distante de propagandas vai criar nela consciência e visão crítica sobre as mesmas? Claro que não, não há nenhum mecanismo dando visão crítica […]

Continue lendo
1 2 3 5